www.peliculachic.com.br

Película Chic lança nova Coleção de Mandalas adesivas para vidros

Postado por Pelicula Chic
26 de dezembro de 2013

A Película Chic buscou no Oriente a inspiração para criar uma incrível Coleção de Películas para Vidros com Mandalas.

Mandala é uma das formas de arte mais antigas da humanidade. Em sânscrito, significa círculo ou “aquilo que circunda um centro”. É a representação geométrica da relação entre o Homem e o Universo.

A ideia de criar películas para vidros decoradas com Mandalas surgiu para trazer a energia positiva para dentro dos ambientes, seja de casa ou dos escritórios.

Uma Mandala torna os ambientes espaços acolhedores, agradáveis e aconchegantes, propícios ao relaxamento e à concentração.

“Optamos por oferecer opções tanto neutras quanto coloridas. Assim, seja qual for o gosto do usuário, ele terá a certeza de encontrar um modelo da sua preferência em nossa Coleção”, informa Eloiza Besouchet, proprietária da Loja Virtual da Película Chic.

“A ampliação do uso do vidro na construção criou a necessidade do uso de películas adesivas inicialmente por uma questão de segurança. A evolução desta função para a decorativa foi rápida. Neste momento, oferecer modelos de bom gosto aos usuários é a nossa meta.”, complementa Eloiza.

Em comum, as Mandalas adesivas da Película Chic têm a transparência, que decoram e não interferem na passagem da luz.

A possibilidade de encomendar as Mandalas adesivas em qualquer tamanho além dos oferecidos na loja virtual também facilita a vida de Arquitetos e Decoradores de Interiores, que podem usar a imaginação para a sua aplicação em projetos de interiores e exteriores: janelas, portas de vidros, box de banheiro, divisórias ou sacadas de vidro são espaços adequados para a sua instalação.

As Mandalas adesivas para vidros da Película Chic estão disponíveis exclusivamente na loja virtual http://www.peliculachic.com.br/mandalas.html

 

 

Saiba mais sobre as Mandalas

Tendo em geral um círculo como ponto de partida, ela representa a eternidade, a vida, os ciclos, a natureza, o Sol e a Lua.

Elas são encontradas em diferentes representações em todas as religiões e também na psicologia.

De acordo com o artista Charles Gilchrist, criador do “Geometria Sagrada“, um guru errante pode ter trazido as primeiras mandalas de meditação ao Tibete por volta do século VIII.

Mandalas foram encontrados em todo o Extremo Oriente, e simbolismos nativos americanos são baseados no “arco sagrado“.

Mandalas são originárias do Oriente e seria difícil, senão impossível, encontrar qualquer civilização sem alguma consciência do simbolismo e da potência do círculo para um auto exame espiritual.

As Mandalas têm sido usadas ​​por budistas, hindus, tibetanos e pelos nativos americanos em orações, meditações e para a cura.

Budistas montam Mandalas de areia colorida, que são destruídas depois de terem servido ao seu propósito.

Muitas religiões cristãs usam a Mandala mesmo sem perceber. Por exemplo, as janelas das catedrais góticas, com seus desenhos intricados, são claramente Mandalas.

O círculo é a forma mais natural conhecida pela humanidade. O universo é composto de planetas, estrelas, luas e do Sol – todos redondos. O sol nasce e se põe em um círculo interminável, estações do ano passam em um círculo anual. Árvores, pedras e gotas de chuva são circulares, e a maioria das frutas e flores são esféricas. As células e átomos que compõem tudo dentro do universo são circulares.

Na Psicologia, as Mandalas são muitas vezes utilizadas em terapia para representar a “integridade” do paciente.

Bebês com menos de 1 semana preferem olhar para círculos do que outras formas, o que indica que os seres humanos têm um desejo inato de olhar para formas circulares.

Quando as crianças aprendem a desenhar, o círculo é a primeira forma que elas fazem depois de rabiscos aleatórios.

Quando adultos, desenhar um círculo nos ajuda a lembrar da nossa infância.

Fazer uma Mandala pode ajudar as pessoas a recuperar o seu auto senso e reconhecer o seu lugar no mundo.

Como forma de arte, a Mandala serve de inspiração infinita.

O caleidoscópio é uma das maneiras mais simples de experimentarmos a arte Mandala.

Nem todas as Mandalas são necessariamente redondas. Seu formato e suas cores podem variar, mas todas visam a estimular a contemplação.

O próprio processo e criação de uma Mandala já é uma forma de exercitar a concentração. Seja criando ou observando uma Mandala, a promoção do relaxamento e do bem estar estão garantidos.

Fonte: http://www.ehow.com.br/historia-mandala-sobre_6490/

(728)

Comentário

comentários

Deixe uma resposta